Humidades nas Construções. Causas e Manifestações.

Posted by admin | Outubro 29, 2020 | Category: Newsletter | Comments: 1

Paulo Lages
Dr.Building, Lda – Inspeção Técnica e Diagnóstico das Patologias da Construção
Projectus C2F – Investimentos e Urbanismo, Lda.
Esposende, Portugal

RESUMO

As humidades nas construções afiguram-se como uma das principais patologias presentes nas construções, ou seja, continuam a ser um dos maiores problemas das construções, limitando e condicionando a sua utilização normal. E em determinados casos, mais graves, limitando ou mesmo impossibilitando a sua utilização normal.

Perceber as causas através das suas manifestações é o desafio. Este é o tema.

1. Introdução

As humidades nas construções surgem de diversas causas, manifestando-se igualmente de forma diferente.

Perceber as suas causas é crucial num processo de definição de medidas corretivas e de reabilitação. Nem sempre a causa é isolada, por vezes é o associar de mais que uma causa que origina as manifestações patológicas resultantes da humidade. Entender profundamente este mecanismo; Patologia – Causa – Manifestação – Medida Corretiva; é o segredo para intervenções de correção e reabilitação eficazes.

Pretende-se com o presente artigo, elucidar para as principais causas e manifestações patológicas associadas às Humidades nas Construções.

2. HUMIDADES NA CONSTRUÇÃO – TIPOS, CAUSAS E MANIFESTAÇÕES.

No desenvolvimento da minha atividade de Inspeção Técnica e Diagnóstico das Patologias da Construção, tenho por princípio separar as humidades das construções pelas suas causas, iniciando sempre pelas causas macro ou dois grandes grupos distintos e por vezes cumulativos, sejam as humidades da construção resultantes de infiltrações e as humidades das construções resultantes de outras causas.

No primeiro grupo, as humidades resultantes das infiltrações, destaco as três principais causas de infiltrações para o interior das construções e suas manifestações.

– Causas:

            – coberturas, terraços E varandas,

            – fachadas, platibandas E muretes,

            – Caixilharias e vãos.

– Manifestações:

           – Manchas e destacamentos nos tectos e interligação dos tectos com as paredes.

– Manchas, destacamentos, eflorescências cripto-eflorescências na base das paredes.

– Manchas e destacamentos na envolvente dos vãos e sob os peitoris.

As manifestações patológicas no interior das construções originadas por infiltrações, têm por base, fundamentalmente:

     – A rotura ou ausência dos sistemas de impermeabilização das coberturas, terraços, varandas e órgãos de drenagem.

     – A fissuração nas fachadas, platibandas e muretes, o destacamento dos revestimentos exteriores e a perda da estanquidade dos materiais de revestimento e acabamentos exteriores.

      – A ausência ou rotura dos cortes hídricos das bases de assentamento dos vãos de caixilharia. A rotura da impermeabilização da ligação das caixilharias com o suporte de fixação.

A sua ação continuada destas causas, leva por vezes ao desenvolvimento de fungos, bolores e até líquenes, nos suportes. No segundo grupo, ou seja, as humidades resultantes de outras causas, destaco os principais tipos de humidades e suas manifestações.

– Tipos de humidades:

            – Humidades do processo construtivo,

            – Humidades ascensionais,

            – Pontes térmicas,

            – Condições higrotérmicas interiores,

– Outras causas, como sejam o perfil de utilização das construções e geração de fenómeno de condensação.

 – Causas:

– Processo construtivo utilizado, ausência de pormenor de execução, erro construtivo,

            – Ausência de corte hídricos e impermeabilização dos elementos de base,

            – Ausência de correções térmicas entre elementos construtivos,

– Deficiente ventilação e/ou isolamento térmico do edifício,

– Perfil de utilização das construções para os atuais padrões de conforto térmico.

– Manifestações:

– Manchas, na base das paredes em contacto com os pavimentos, com altura uniforme, seguida de destacamentos e sais cristalizados à superfície.

– Manchas, na base das paredes em contacto com os pavimentos, apresentando coloração, destacamentos e sais cristalizados à superfície.

– Manchas localizadas nas zonas dos elementos estruturais com desenvolvimento de fungos e bolores.

– Manchas generalizadas em tectos e paredes originada por deficientes condições térmicas e humidade relativa interior, gerando fenómeno de condensação do vapor de água e desenvolvimento de manchas, fungos, bolores e por vezes líquenes.

– Perfil de utilização das construções para os padrões de conforto atuais, estando desajustado com a realidade construtiva da construção.

3. Conclusão

A correção das manifestações patológicas resultantes dos diversos fenómenos patológicos referidos, deve sempre ser precedida de um estudo prévio ou como gosto de lhe chamar, uma inspeção técnica é diagnóstico das patologias da construção. Só com a definição da causa ou causas associadas às patologias e possível corrigir as mesmas de uma forma efetiva. Dependendo da magnitude das manifestações patológicas, a intervenção pode ser localizada ou de índole geral.

Quando as manifestações patológicas, assumem já, uma extensão e dimensão significativa, a intervenção localizada é muitas vezes curativa de curta duração, até que uma intervenção de base seja planeada. As humidades são sem dúvida uma das principais patologias das construções e aquelas que assumem uma maior condicionante na normal utilização das construções. As suas causas são variadas e nem sempre lineares.

A Projectus é a Dr. Building através da aplicação do MOD – Método Otimizado de Diagnóstico das Patologias da Construção poderá ajudá-lo. Um bom diagnóstico trará a certeza de uma boa definição da metodologia corretiva de intervenção.

One Response to “Humidades nas Construções. Causas e Manifestações.”

  • Billie Basilio Helaine

    A excellent article, I just given this onto a colleague who was doing a analysis on this. And he ordered me lunch because I found it for him :). So let me rephrase that: Thankx for taking the time to talk about this, I feel strongly about it and enjoy learning more on this topic. If possible, as you become expertise, would you mind updating your blog with more info? It is extremely helpful for me. Billie Basilio Helaine

    Responder

Leave a Reply